28 de março de 2011

Quase Nada

De você sei quase nada
Pra onde vai ou porque veio
Nem mesmo sei
Qual é a parte da tua estrada
No meu caminho
Será um atalho
Ou um desvio
Um rio raso
Um passo em falso
Um prato fundo
Pra toda fome
Que há no mundo
Noite alta que revele
Um passeio pela pele
Dia claro madrugada
De nós dois não sei mais nada.
Zeca Baleiro

24 de março de 2011

“Falam de tudo. Da moral, do comportamento, dos sentimentos, das reações, dos medos, das imperfeições, dos erros, das criancices, ranzinzisses, chatices, mesmices, grandezas, feitos, espantos. Sobretudo falam do comportamento e falam porque supõem saber. Mas não sabem, porque jamais foram capazes de sentir como o outro sente. Se sentissem não falariam.”


Nelson Rodrigues.

Para Viver um Grande Amor.

"É preciso abrir todas as portas que fecham o coração.
Quebrar barreiras construídas ao longo do tempo,
Por amores do passado que foram em vão
É preciso muita renúncia em ser e mudança no pensar.
É preciso não esquecer que ninguém vem perfeito para nós!
É preciso ver o outro com os olhos da alma e se deixar cativar!
É preciso renunciar ao que não agrada ao seu amor...
Para que se moldem um ao outro como se molda uma escultura,
Aparando as arestas que podem machucar.
É como lapidar um diamante bruto...para fazê-lo brilhar!
E quando decidir que chegou a sua hora de amar,
Lembre-se que é preciso haver identificação de almas!
De gostos, de gestos, de pele...
No modo de sentir e de pensar!
É preciso ver a luz iluminar a aura,
Dando uma chance para que o amor te encontre
Na suavidade morna de uma noite calma...
É preciso se entregar de corpo e alma!
É preciso ter dentro do coração um sonho
Que se acalenta no desejo de: amar e ser amada!
É preciso conhecer no outro o ser tão procurado!
É preciso conquistar e se deixar seduzir...
Entrar no jogo da sedução e deixar fluir!
Amar com emoção para se saber sentir
A sensação do momento em que o amor te devora!
E quando você estiver vivendo no clímax dessa paixão,
Que sinta que essa foi a melhor de suas escolhas!
Que foi seu grande desafio... e o passo mais acertado
De todos os caminhos de sua vida trilhados!
Mas se assim não for...
Que nunca te arrependas pelo amor dado!
Faz parte da vida arriscar-se por um sonho...
Porque se não fosse assim, nunca teríamos sonhado!
Mas, antes de tudo, que você saiba que tem aliado.
Ele se chama TEMPO... seu melhor amigo.
Só ele pode dar todas as certezas do amanhã...
A certeza que... realmente você amou.
A certeza que... realmente você foi amada."

Carlos Drummond de Andrade.
Somos castigados por nossas renúncias. Cada impulso que tentamos aniquilar germina em nossa mente e nos envenena. Pecando, o corpo se liberta do seu pecado, porque a ação é um meio de purificação. Nada resta então a não ser a lembrança de um prazer ou a volúpia de um remorso. O único meio de livrar-se de uma tentação é ceder a ela. Se lhe resistirmos, as nossas almas ficarão doentes, desejando coisas que se proibiram a si mesmas, e, além disso, sentirão desejo por aquilo que umas leis monstruosas fizeram monstruoso e ilegal.


Oscar Wilde.

23 de março de 2011

A vida é maravilhosa, mesmo quando dolorida. Eu gostaria que na correria da época atual a gente pudesse se permitir, criar, uma pequena ilha de contemplação, de autocontemplação, de onde se pudesse ver melhor todas as coisas: com mais generosidade, mais otimismo, mais respeito, mais silêncio, mais prazer. Mais senso da própria dignidade, não importando idade, dinheiro, cor, posição, crença. Não importando nada.


Lya Luft.
"O amor nos tira o sono, nos tira do sério, tira o tapete debaixo dos nossos pés, faz com que nos defrontemos com medos e fraquezas aparentemente superados, mas também com insuspeitada audácia e generosidade. E como habitualmente tem um fim - que é dor - complica a vida. Por outro lado, é um maravilhoso ladrão da nossa arrogância.
Quem nos quiser amar agora terá de vir com calma, terá de vir com jeito. Somos um território mais difícil de invadir, porque levantamos muros, inseguros de nossas forças disfarçamos a fragilidade com altas torres e ares imponentes.
A maturidade me permite olhar com menos ilusões, aceitar com menos sofrimento, entender com mais tranqüilidade, querer com mais doçura.
Às vezes é preciso recolher-se".



Lya Luft.

Acho que a única razão de sermos tão apegados em memórias, é que elas não mudam, mesmo que as pessoas tenham mudado.
Bob Marley
Em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos” 

Saint-Exupéry 

20 de março de 2011

“Agora eu nunca estou sozinho na pior das hipóteses estou com Deus!”


Henry Miller

Mais uma Carta Para Além dos Muros

Façamos um brinde a todas as coisas que o Senhor pôs na Terra para nosso deleite e terror. Brindemos à Vida.


Caio F.

Entrevisão do Trem que Deve Passar

Não há mais ninguém nessa estação. Ou por algum motivo não entrevejo os outros que talvez estejam também lá, apenas você, num zoom seletivo que exclui os demais. E por se tratar de uma estação, deve haver um trem que não chega, não passa nem parte. O que passa é apenas o tempo. Sei que passa não porque a luz se modifique ou aconteça alguma coisa, mas pelos seus pequenos movimentos, um passo, um braço, que revelam ansiedade e espera. O que se pode fazer numa situação como essa — mesmo para mim, que deveria ser o dono dela, mas me recuso — a não ser esperar? Esperamos, todos. O que está lá, o que conta sobre isso e os que lêem sobre isso. Esperamos então. Horas, dias, meses, anos e anos. Ninguém sabe o quanto.  Podemos nos distrair enquanto esperamos, ligar o rádio, olhar pela janela, abrir a geladeira, mastigar alguma coisa, beber mais água neste dia seco, até mesmo ligar a TV para entrar noutras histórias, falsas ou  verdadeiras, mas onde aconteçam coisas, em vez de ficarmos parados nesta onde nada acontece desde as primeiras palavras. E voltar a ela como quem volta a chamar um número de telefone eternamente ocupado, só para constatar que continua ocupado e apenas para ter a sensação de não desistir. Desistir não é nobre. E arduamente, não desistimos. Então acontece. É tão surpreendente que aconteça que pouco importa seja a única coisa que poderia acontecer. O trem chega e pára. Na plataforma você começa a tentar colocar as  bagagens dentro dele. Mas elas não saem do chão. O trem apita, o trem vai partir. Você percebe que não pode levar nada além de você mesmo. E entra no trem. Mas isso que você tenta fazer entrar no trem, e que é o seu corpo, também não pode entrar. Então você o deixa, deixa o vulto que entrevejo jogado na estação junto com as bagagens. O trem então parte levando de você algo que nem você nem eu sequer conseguimos entrever. Outra coisa, talvez nada, porque nada podemos garantir ter visto partir dentro do trem. Você não grita nem acorda. Não há terror, mesmo sendo aterrorizante: é assim que é. E pior ainda, não se trata de um sonho. Começa a amanhecer. Ou a anoitecer. Ninguém sabe quando passa o trem. Nem para onde vai. E não se leva nada. Isso é tudo que sabemos.


Caio F.

Aos Deuses de Tudo Que Existe

Então eu agradeço, eu tenho medo e espanto e terror e ao mesmo tempo maravilhamento e outras coisas com e sem nome, mas agradeço. Aos deuses dos jardins, aos deuses dos homens, aos deuses do tempo e até aos das ervas daninhas que nos fazem lutar feito tigres feridos fundo no peito, sim, eu agradeço.


Caio F.

Sugestão para Atravessar Agosto

(...) Que se possa sonhar, isso é que conta, com mãos dadas, suspiros, juras, projetos, abraços no convés à luz da lua cheia, brilhos na costa ao longe. E beijos, muitos. Bem molhados. Não lembrar dos que se foram, não desejar o que não se tem e talvez nem se terá, não discutir, nem vingar-se ou lamuriar-se, e temperar tudo isso com chás, de preferência ingleses, cristais de gengibre, gotas de codeína, se a barra pesar, vinhos, conhaques — tudo isso ajuda a atravessar agosto. Controlar o excesso de informação para que as desgraças sociais ou pessoais não dêem a impressão de serem maiores do que são.

Caio F.

19 de março de 2011

Sugestão para Atravessar Agosto

Para atravessar agosto ter um amor seria importante, mas se você não conseguiu, se a vida não deu, ou ele partiu — sem o menor pudor, invente um.


Caio F.

Sugestão para Atravessar Agosto

Este é um ponto importante: ir, sobretudo, em frente.


Caio F.

Sugestão para Atravessar Agosto

Paciência para cruzar os dias sem se deixar esmagar por eles, mesmo que nada aconteça de mau; fé para estar seguro, o tempo todo.


Caio F.

Paisagens em Movimento

Coisas belas, coisas feias: o bom é que passam, passam, passam. Deixa passar.


Caio F.

O Desejo Mergulha na Luz

(...) e aprendi por experiência própria que muitas vezes a gente prefere ser deixado a sós com o enigma do próprio corpo, quando ele ameaça nos devorar feroz, incompreensível. Lutar em segredo, fechado no quarto, sem que ninguém saiba. Para os outros, mostrar só o melhor de si, a face mais luminosa.


Caio F.

Os Mistérios da Páscoa

Tem muita coisa que, francamente, cá entre nós, não faço mesmo questão de saber.


Caio F.

17 de março de 2011

A Cidade dos Entretons

Fico quieto. Primeiro que paixão deve ser coisa discreta, calada, centrada. Se você começa a espalhar aos sete ventos, crau, dá errado. Isso porque ao contar a gente tem tendência a, digamos, “embonitar” a coisa, e portanto distanciar-se dela, apaixonando-se mais pelo supor-se apaixonado do que pelo objeto da paixão propriamente dito. Sei que é complicado, mas contar falsifica.

Caio F.

Breve Introdução ao Estudo do Ciclo Seco

É importante dizer que ciclo seco nada tem a ver com as estações do ano. É coisa de dentro do humano, não de fora, e justamente por isso não tem nenhum método: vem quando não é esperado e vai quando não se suspeita. Ciclo seco não desaba de repente sobre alguém; chega aos poucos, insidioso, lento. Quando se percebe que se instalou, geralmente é tarde demais. Já está ali. É preciso atravessá-lo como a um deserto,  quando se está no meio e a água acabou. Por ser limitado ao real, o ciclo seco jamais considera a possibilidade de um oásis ou de uma caravana passando. Secamente, apenas vai em frente. 
Porque o real do  ciclo seco são ações, não pensamentos nem imaginações. Tanto que, visto de fora, não é visível nem  identificável. Não se confunde com “depressão”, quando você deixa de fazer o que devia, ou com «euforia”, quando você faz em excesso o que não devia. Em ciclo seco faz-se exatamente o que se deve ou não, desde escovar os dentes de manhã ou beber um uísque à tardinha, mas sem prazer. Nem desprazer: em ciclo seco apenas se age, sem adjetivos. A propósito, ciclo seco não admite adjetivos — seco é apenas a maneira inexata de chamá-lo para que, dando-lhe um nome, didaticamente se possa falar nele.


Caio F.

16 de março de 2011

Para Ler ao Som de Vinícius de Moraes

Ó Deus, como é triste lembrar do bonito que algo ou alguém foram quando esse bonito começa a se deteriorar irremediavelmente.


Caio F.

Oito Cidades Alemãs e um Brasil.

Perguntaram se eu teria mesmo energia. Eu disse que sim, não acreditaram muito, insinuando que eu não conseguiria. Vocês não sabem o que é um gaúcho da fronteira, pensei, e quando ameaço fraquejar me vem  sempre na mente a voz de minha mãe, também gaúcha da fronteira, repetindo “imagina se eu vou me entregar”.


Caio F.

14 de março de 2011

Prezada Mulherzinha

Se existe alguém que pode falar o que vou falar para você, sou eu. Então, por favor, tenha a humildade de admitir que sei o que estou falando. Pois o que eu te direi é duro, mas poderá te fazer um bem enorme.
Chega. Chega de se comportar assim. Como se estivesse lutando pelo posto de rainha da bateria. De Miss Maravilha do Mundo. Basta de ataques, dessa competitividade suburbana eu sou a melhor, eu sou a mais alta, eu sou a mais gostosa do pedaço. Ninguém tá ligando a mínima se você corre 10 quilômetros ou se aplicou Botox nessa sua testa sem expressão. Ou se você é assim porque ainda não passa de uma menininha que quer ser mais perfeita do que a mãe, conquistar o amor do pai e ser a primeira da classe. Esse teu afã psicopata de vencer todas as paradas só te deixa ridícula. E me faz querer usar um termo que odeio: coisa de mulherzinha. Mulherzinha é que tem essa mania de estar sempre desconfiada das amigas, porque todas teriam inveja do seu corpão e do seu cabelão estilo falso-loiro-natural-cinco-tons. Lamento informar, querida, que ninguém sente inveja de você. Por isso, chega de dizer por aí que, para não atrair olho grande, é bom ficar de bico fechado sobre a tal possível promoção que você terá no trabalho. Relaxa, ninguém está a fim de ser você. Tente, portanto, ser você com mais leveza. E lembre-se: esse negócio de dizer que não se pode confiar em mulheres só comprova que você é uma pessoa maliciosa. Sendo que isso está longe de ser porque você é fêmea.
Quando vejo você tagarelando sobre seus feitos sexuais, sinto-me num filme ruim sobre ginasianas americanas. Todas fanhas e excitadas. Chega, tá? De azucrinar os outros com essa sua boca-genital lambuzada de gloss, cuspindo baixos-clichês, simulando uma modernidade que você não tem. Nunca mais caia no ridículo de fazer "sexo casual" com nenhum tipo de homem, mais velho ou mais novo, casado ou solteiro, porque todo mundo já sabe que você finge tudo. Que goza, que não se sente fácil, que não liga quando os caras não telefonam no dia seguinte. Seja honesta uma vez na vida: confesse. Que você não é nada tão wild quanto se vende. Que não sabe falar tão bem inglês assim. Que fez escova progressiva. Que tem dermatite. E enfim você terá alguma paz, pois se reconhece humana, e não a barbie boba que você procura ser. Acredite: idiotice só te faz charmosa para os cafajestes. Se continuar assim, nunca vai aparecer aquele cara bacana que você gostaria que aparecesse; para lutar por você, até te conquistar, e destruir essa tua linda silhueta com uma gestação de 15 quilos.
É triste, amiga Mulherzinha, mas você terá que abrir mão da máscara de rímel que cobre a sua verdade.

Fernanda Young.

Trecho do livro "Quando Nietzsche chorou"

"Quis dizer apenas que, para se relacionar plenamente com o outro, você precisa primeiro relacionar-se consigo mesmo. Se não conseguirmos abraçar nossa própria solidão, simplesmente usaremos o outro como um escudo contra o isolamento. Somente quando consegue viver como a águia, sem absolutamente qualquer público, você consegue se voltar para a pessoa com amor; somente então é capaz de se preocupar com o engrandecimento do outro ser humano."

Irvin D. Yalom.

"Venho de um mar revolto que não me dava descanso, um gosto de sal na garganta e uma sede, em meio a tanta água. Venho cansada da luta. E a minha sede era de água e paz.

Eu não procurava um pouso porque já tinha o meu próprio – que pode não ser macio nem mágico, mas tem o meu cheiro. Eu procurava o que não sei. Procurava parar de procurar. E já vinha desacelerando a busca, numa desistência doce.

Era a paz que eu procurava. A paz que me sorri bem puro. A paz que não é tédio. Que dá colo pra descansar, mas também é capaz de surpreender e fazer o coração bater forte, a circulação aumentar, o corpo se sentir vivo. A paz que atormenta. Paz que é um ponto.

Que é chegar em casa sorrindo. Uma insônia boa. Certeza que não mata. Saudade que revela. Que é quando a imperfeição encontra lugar confortável em nós. É sentir no outro uma semelhança macia. Saber um pouco do que vai no outro, sem saber quem é o outro.

Estou apaixonada por tempestade suave em mim".

Cris Guerra.
“Tudo que você realmente precisa é amor, e um pouco de chocolate.”

Lucy Van Pelt.

Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão.

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram. Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco. O que passou não voltará. As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora...
Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.
Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.
E lembre-se:
Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão.

Fernando Pessoa.

Return to Innocence

Amor, devoção, sentimento, emoção.

Não seja medroso por ser fraco.
Não seja tão orgulhoso por ser forte.
Apenas olhe dentro de seu coração, meu amigo
Esse será o retorno a você mesmo
O retorno à inocência

Se você quer, então comece a rir
Se você deve, então comece a chorar
Seja você mesmo não se esconda
Apenas acredite no destino

Não se importe com o que os outros dizem
Apenas siga seu próprio caminho
Não desista e use a chance
Para retornar à inocência

Esse não é o começo do fim
Esse é o retorno a você mesmo
O retorno à inocência

Vamos retornar à inocência. ♫
 
Enya.

13 de março de 2011

Every Breath You Take

A cada suspiro seu
A cada movimento seu
A cada laço partido
A cada passo seu
Eu estarei te observando


A cada dia
A cada palavra sua
A cada brincadeira sua
A cada noite que você ficar
Eu estarei te observando


Ah, você não vê
Que você pertence a mim?
Meu pobre coração dói
A cada passo seu


A cada movimento seu
A cada promessa quebrada
A cada sorriso fingido
A cada direito feito valer
Eu estarei te observando...

Sting

12 de março de 2011

Tua caminhada ainda não terminou...
A realidade te acolhe
dizendo que pela frente
o horizonte da vida necessita
de tuas palavras
e do teu silêncio.

Se amanhã sentires saudades,
lembra-te da fantasia e
sonha com tua próxima vitória.
Vitória que todas as armas do mundo
jamais conseguirão obter,
porque é uma vitória que surge da paz
e não do ressentimento.

É certo que irás encontrar situações
tempestuosas novamente,
mas haverá de ver sempre
o lado bom da chuva que cai
e não a faceta do raio que destrói.

Tu és jovem.
Atender a quem te chama é belo,
lutar por quem te rejeita
é quase chegar a perfeição.
A juventude precisa de sonhos
e se nutrir de lembranças,
assim como o leito dos rios
precisa da água que rola
e o coração necessita de afeto.

Não faças do amanhã
o sinônimo de nunca,
nem o ontem te seja o mesmo
que nunca mais.
Teus passos ficaram.
Olhes para trás...
mas vá em frente
pois há muitos que precisam
que chegues para poderem seguir-te.

Charles Chaplin.

Acredito..

“Acredito que as pessoas aprendem com os próprios erros e com o tempo. Acredito também que quem traiu uma vez e foi perdoado vai trair de novo. Acredito que aquelas pessoas que vivem falando mal dos outros vão falar mal de você com esses outros. Acredito que as pessoas só mudam por vontade própria e nunca pelo pedido de outra pessoa. Acredito que tudo que eu acredito hoje vai mudar com o tempo. E que, no futuro, talvez, eu acredite em menos coisas. Ou em nada mais. Nunca vendi meu corpo, nem nunca sequer considerei essa possibilidade. Eu sei exatamente o tipo de homem que sai com puta. E esse tipo me dá náusea. Nunca precisei experimentar drogas pra pertencer a nenhum grupo. Me dou bem com todo tipo de gente e as pessoas costumam gostar de mim apesar do que eu sou. Tenho verdadeira repulsa por homem mulherengo. Detesto aquele tipinho “caminhoneiro” (que fala pra esposa que tem uma em cada ponto, mas ela é a única que ele ama). Detesto mulher corna que se explica pras pessoas “mas ele me ama”. Sexo com outras pessoas só é perdoado quando é o homem que faz. Detesto homem machista. Detesto o tipinho que vai pra farra enquanto a mulher tonta espera em casa. Detesto mulher tonta.
Acredito que pessoas que usam da confiança e boa vontade das outras nunca vão se dar bem na vida. Ou não vão ser felizes. Ou nunca vão conseguir amar de verdade. Ou não mereciam a gente. Ou que a gente deve agradecer por ter se livrado de um encosto. Ou sei lá o que. Nunca fui boa conselheira. Talvez essas sejam as formas da vida punir quem brinca com o coração dos outros. Não sei mesmo. Em todo caso, deseje o mal de volta pra pessoa. Não por vingança. Só pra ver se ela é forte como você.”


Brena Braz.

A Vida é Desafio

É necessário sempre acreditar que o sonho é possível,
Que o céu é o limite e você truta é imbatível.
Que o tempo ruim vai passar é só uma fase,
E o sofrimento alimenta mais a sua coragem.
Que a sua família precisa de você
Lado a lado se ganhar, pra te apoiar se perder.
Falo do amor entre homem, filho e mulher,
A única verdade universal que mantém a fé.
Olhe as crianças que é o futuro e a esperança,
Que ainda não conhecem, não sente o que é ódio e ganância.
Eu vejo o rico que teme perder a fortuna
Enquanto o mano desempregado, viciado se afunda
Falo do enfermo irmão, falo do são, então
Falo da rua que pra esse louco mundão
Que o caminho da cura pode ser a doença
Que o caminho do perdão as vezes é a sentença



Racionais Mc's.

;o

"A melhor maneira de esquecer um homem é abrindo as pernas para outro" 


Marian Kayes.

Melhor Lugar

Se fosse por mim eu ficava mas, vê como tudo lá fora mudou
O tempo passou feito um louco, quebrando as vidraças
E a gente ficou aqui, sem ter nem pra onde ir
Por medo ou preguiça aqui, ilhados por nós
Sequer rastreados por nenhum radar,
Aqui parecia ser o melhor lugar
Quem disse que a gente precisa
Perder um ao outro pra se encontrar
Se nada nos prende ao passado
Não é o futuro que vai separar
Enfim, encosta teu barco em mim que o sol já se pôs
A sós o mundo termina
Na fina fronteira dos nossos lençóis
Em nós espalham-se os laços
Desfazem-se os nós
Sonhamos paisagens, compramos passagem
E nunca voamos pra lá
Enfim, passeia tua boca em mim até me calar
Aqui ainda parece o melhor lugar
Jorge Versilo

11 de março de 2011

"Não quero olhar para trás, lá na frente, e descobrir quilômetros de terreno baldio que eu não soube cultivar. Calhamaços de páginas em branco à espera de uma história que se parecesse comigo. Não quero perceber que, embora desejasse grande, amei pequeno."

Ana Jácomo.

10 de março de 2011

What The Hell

E daí se eu sair em um milhão de encontros
Você nunca me liga ou me escuta de qualquer jeito
Eu prefiro ficar com raiva do que sentar e esperar o dia todo
Não me entenda mal, eu só preciso de um tempo para brincar

Avril Lavigne

Canção para um Desencontro


Deixa-me errar alguma vez,
porque também sou isso: incerta e dura,
e ansiosa de não te perder agora que entrevejo
um horizonte.
Deixa-me errar e me compreende
porque se faço mal é por querer-te
desta maneira tola, e tonta, eternamente
recomeçando a cada dia como num descobrimento
dos teus territórios de carne e sonho, dos teus
desvãos de música ou vôo, teus sótãos e porões
e dessa escadaria de tua alma.

Deixa-me errar mas não me soltes

para que eu não me perca
deste tênue fio de alegria
dos sustos do amor que se repetem
enquanto houver entre nós essa magia.

Lya Luft In: "Secreta mirada"

9 de março de 2011

You Learn

Você vive, você aprende,
você ama, você aprende
Você chora, você aprende,
você perde, você aprende
Você sangra, você aprende,
você grita, você aprende

Alanis Morissette.

Ele Não Está Tão Afim de Você

"Ensinam muitas coisas as garotas: se um cara lhe machuca, ele gosta de você. Nunca tente aparar a própria franja; e, um dia, vai conhecer um cara incrível e ser feliz para sempre.
Todo filme e toda história implora para esperarmos por isso: a reviravolta no terceiro ato, a declaração de amor inesperada, a exceção à regra. Mas as vezes focamos tanto em achar nosso final feliz que não aprendemos a ler os sinais, a diferenciar entre quem nos quer e quem não nos quer, entre os que vão ficar e os que vão te deixar.
E talvez esse final feliz não inclua um cara incrível. Talvez seja você sozinharecolhendo os cacos e recomeçando, ficando livre para algo melhor no futuro. Talvez o final feliz seja só seguir em frente. Ou talvez o final feliz seja isso: saber que memso com ligações sem retorno e corações partidos, com todos os erros estúpidos e sinais mal interpretados; com toda a vergonha e todo constrangimento, você nunca perdeu a esperança."

Do Filme: Ele Não Está Tão Afim de Você
"O tempo agora vale mais. É absolutamente necessário que cada momento seja bom e simples. Sigo nesse exercício – que é de sabedoria, mais que de força. Da criança que chorava à toa, tornei-me a mulher que ri de si mesma. Sou uma mulher que sorri."

Cris Guerra.

Museu de Cera

"Quem quiser saber por que e não quiser se arrepender, não pode acreditar em tudo, tem que acreditar em algo. Se não tiver instinto, se não estiver atento, se ficar com medo no exato momento, alguém muito à toa soa o alarme, veste o uniforme e transforma tudo em exceção. Tem que pagar pra ver, tem que ver pra crer, tem que jogar pra ganhar, tem que correr atrás, quem viver verá. Quem quiser remar contra a maré tem que remar muito mais forte. Não vá à guerra de pés descalços."

Humberto Gessinger.
"O importante não é justificar o erro, mas impedir que ele se repita."

Ernesto Che Guevara.

Homens

Se um homem quer você, nada pode mantê-lo longe;
Se ele não te quer, nada pode fazê-lo ficar.
Pare de dar desculpas (de arranjar justificativas) para um homem e seu comportamento.
Permita que sua intuição (ou espírito) te proteja das mágoas.
Pare de tentar se modificar para uma relação que não tem que acontecer.
Mais devagar é melhor. Nunca dedique sua vida a um homem antes que você encontre um que realmente te faz feliz.
Se uma relação terminar porque o homem não te tratou como você merecia,”foda-se, mande pro inferno, esquece!”, vocês não podem “ser amigos”. Um amigo não destrataria outro amigo.
Não conserte.
Se você sente que ele está te enrolando, provavelmente é porque ele está mesmo. Não continue (a relação) porque você acha que “ele vai melhorar”.
Você vai se chatear daqui um ano por continuar a relação quando as coisas ainda não estiverem melhores.
A única pessoa que você pode controlar em uma relação é você mesma.
Evite homens que têm um monte de filhos, e de um monte de mulheres diferentes. Ele não casou com elas quando elas ficaram grávidas, então, porque ele te trataria diferente?
Sempre tenha seu próprio círculo de amizade, separadamente do dele.
Coloque limites no modo como um homem te trata. Se algo te irritar,faça um escândalo.
Nunca deixe um homem saber de tudo. Mais tarde ele usará isso contra você.
Você não pode mudar o comportamento de um homem. A mudança vem de dentro.
Nunca o deixe sentir que ele é mais importante que você… mesmo se ele tiver um maior grau de escolaridade ou um emprego melhor.
Não o torne um semi-deus.
Ele é um homem, nada além ou aquém disso.
Nunca deixe um homem definir quem você é.
Nunca pegue o homem de alguém emprestado.
Se ele traiu alguém com você, ele te trairá.

Um homem vai te tratar do jeito que você permita que ele te trate. Todos os homens NÃO são cachorros.
Você não deve ser a única a fazer tudo…compromisso é uma via de mão dupla.
Você precisa de tempo para se cuidar entre as relações. Não há nada precioso quanto viajar. Veja as suas questões antes de um novo relacionamento.
Você nunca deve olhar para alguém sentindo que a pessoa irá te completar.
Uma relação consiste de dois indivíduos completos,procure alguém que irá te complementar… não suplementar.
Namorar é bacana. mesmo se ele não for o esperado Sr. Correto.
Faça-o sentir falta de você algumas vezes… quando um homem sempre sabe que você está lá, e que você está sempre disponível para ele, ele se acha…
Nunca se mude para a casa da mãe dele. Nunca seja cúmplice (ou co-assine qualquer documento) de um homem.
Não se comprometa completamente com um homem que não te dá tudo o que você precisa. Mantenha-o em seu radar, mas conheça outros.
O medo de ficar sozinha faz que várias mulheres permaneçam em relações que são abusivas e lesivas.
Você deve saber que você é a melhor coisa que pode acontecer para alguém e se um homem te destrata, é ele que vai perder uma coisa boa.
Se ele ficou atraído por você à primeira vista, saiba que ele não foi o único.
Todos eles estão te olhando, então você tem várias opções.
Faça a escolha certa.

Oprah Winfrey.
Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.
Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril.

Oscar Wilde.

Amizade

"Eu não quereria como parceiro de vida quem não pudesse querer como amigo. E amigos fazem parte de meus alicerces emocionais: são um dos ganhos que a passagem do tempo me concedeu.
Falo daquela pessoa para quem posso telefonar não importa onde ela esteja, nem a hora do dia ou da madrugada, e dizer: 'Estou mal, preciso de você'. E ele ou ela estará comigo, pegando um carro, um avião, correndo alguns quarteirões a pé, ou simplesmente ficando ao telefone o tempo necessário para que eu me recupere, me reencontre, me reaprume, não me mate, seja lá o que for."

Lya Luft.
"Vocês já amaram alguém? Algumas vezes isso acontece muito rápido ou muito fácil.
Tão fácil quanto o cabelo de uma linda menina inglesa cai sobre os próprios ombros.
As vezes, desaparece rápido tanto quanto. Você acorda uma manhã, e as borboletas param de flutuar.
Mas você quer isso de volta, você quer lutar por isso. Você quer inalar aquele fogo novamente.
Então você chama por isso."

Brandon Flowers.

Há um ano recebi a última carta de Isabela. Leia uma parte:

"Só que não pense você que simplesmente as coisas voltaram ao 'normal'. Talvez a rotina um dia siga, mas nunca como se nada tivesse acontecido, como se VOCÊ não tivesse acontecido. Eu sinto a sua falta, das nossas conversas, das nossas brincadeiras. Ainda posso ver o seu sorriso. (...) Claro que a minha escolha faz com que eu tenha que abdicar das poucas, porém todas, coisas que ainda fazíamos juntos, mas isso não faz com que elas não continuem vivas dentro de mim.
Por sua causa eu voltei a acreditar em sentimentos que eu achava que nem mais existissem, eu voltei a acreditar nas pessoas... Eu vi que, se ainda existem pessoas como você, o mundo não está tão sem saída como eu pensava, que ainda vale a pena se permitir sentir, sem ter que colocar um 'porquê' antes do sentimento. Que destino existe sim, que signos não são invenções, que uma pessoa pode ser tão perfeita para você ao ponto de dar medo e que não é preciso estar junto, ver ou falar com alguém para que esse esteja sempre presente.
Não sei o que o destino me reserva para amanhã, se a minha escolha foi a melhor, se a minha tentativa vai dar certo ou não... Assim como o que acontecerá com você, quais escolhas você também está fazendo, mas nunca esqueça que eu nunca esqueço de você, de verdade.

Em breve entro novamente em contato.
Se cuida e fica feliz, que é só isso que importa.


Saudade,

Isabela."

Ela foi incrível. Uma das pessoas mais lindas que eu conheci na minha vida. Ainda hoje sonho em um dia poder tentar. Não sei se há mais tempo. Soube há poucas horas que ela agora está casada. Não importa. Isabela sempre terá uma cadeira cativa em meu coração.
 
Daniel Leal.
“Amigo, para mim, é a pessoa com quem a gente gosta de conversar de igual para igual, desarmado.”
Guimarães Rosa.

Diário de uma paixão.


"Eles não se entendiam, raramente concordavam em algo, brigavam sempre e se desafiavam todos os dias. Mas apesar das diferenças tinha algo em comum: eram loucos um pelo outro."

Diário de uma paixão.
Chorar não resolve, falar pouco é uma virtude, aprender a se colocar em primeiro lugar não é egoismo. Para qualquer escolha se segue alguma consequência, vontades efêmeras não valem a pena, quem faz uma vez, não faz duas necessariamente, mas quem faz dez, com certeza faz onze. Perdoar é nobre, esquecer é quase impossível. Quem te merece não te faz chorar, quem gosta cuida, o que está no passado tem motivos para não fazer parte do seu presente, não é preciso perder pra aprender a dar valor, e os amigos ainda se contam nos dedos.
Aos poucos você percebe o que vale a pena, o que se deve guardar pro resto da vida, e o que nunca deveria ter entrado nela. Não tem como esconder a verdade, nem tem como enterrar o passado, o tempo sempre vai ser o melhor remédio, mas seus resultados nem sempre são imediatos.

Charles Chaplin.

Hoje eu não vim falar de amor..

Hoje eu não quero falar de amor. Quer saber por quê? Todo mundo fala de amor. As pessoas amam plantas, vizinhos, objetos, pessoas, sorvetes, cervejas. O que era pra ser amor se tornou apenas uma palavra. O que era pra ser um sentimento se tornou uma coisa. Uma simples coisa. Como podem fazer isso com o amor? Me explica. Você pode? Olha pra mim e me explica. Mas me olha mesmo, tô cansada de palavras soltas, ando sedenta por olho no olho.
Estou desconfiada. O cabeleireiro novo me chama de amor. Entro na loja e a vendedora diz sorrindo "oi, amada". Não quero ser o amor de quem acabei de conhecer e entreguei meus lindos cabelinhos. Não quero que a vendedora me olhe e diga "amada, essa calça ficou linda em você". Desculpe, é que tenho um profundo respeito pelas palavras. Nunca na minha vida disse eu-te-amo sem sentir. Quem eu amo, amo. Para quem a gente não ama existem tantas coisas: gosto-muito-de-você, gosto-de-você, eu-te-adoro, você-é-importante-pra-mim.
Por que ficam usando o santo nome do amor em vão? Olha, eu sou careta. Eu só amo quando digo. E só digo quando amo. Demorei tanto para sentir o amor. Deve ser porque demorei muito para descobrir o que ele, afinal de contas, era. É lógico que a gente se engana. Alguns sentimentos se travestem e a gente pensa que eles são amor. Depois, na hora do vamos ver a gente descobre o que existia por baixo deles. Surpresa! Não era amor, era apenas uma coisa qualquer. Não que eu esteja desmerecendo os outros sentimentos. Muitas emoções podem ser lindas - e são - sem chegar nem no dedinho do pé do amor. Tudo bem, sentir é tão bonito, mas o amor vai além. Você entende? Só quem sente entende. Sofro tanto de sincericídeo que já disse não-te-amo-ainda-mas-quando-te-amar-te-falo. Sim, já disse isso e prefiro ser assim do que sair por aí dizendo que amo, amo, amo, amo da boca pra fora. Eu-te-amo não é com-licença-por-favor-obrigada. Não é palavra mágica. Tem que vir do coração.

Amor pra mim é aquela vontade da gente se fundir com o outro até o mundo terminar. Tem um quê de desespero, pois a gente tem medo da perda. Tem um quê de descontrole, pois ninguém tem domínio de um sentimento tão puro quanto esse. Tem um quê de coragem, porque a gente passa por cima de muitas coisas. Tem um quê de paciência. Tem um quê de cumplicidade. Tem um quê de segredo. Tem uma pitada de muitas coisas. Amar é perder o nojo, pois amando a gente percebe que o outro é uma pessoa - e as pessoas são sujas de vez em quando. Amar é abrir os braços e ir - sem saber o que existe mais adiante.

Tem muito casal que se conhece hoje e amanhã já está se amando. Tem muito amigo que se conheceu ontem e agora distribui eu te amo's a todo instante. Pra amar, tem que conhecer. Pra amar, tem que se perceber. Pra amar, tem que doer um pouco. Porque dói, é uma descoberta, é uma mudança, é um se ver no outro, é um ver o outro exatamente como ele é - e ainda assim amar. Tem muita gente que ama torta de maçã. De novo, o amor na boca. Espera. Guarda o amor pra outra ocasião. Guarda o amor pra quando for sentimento. Guarda o amor pra quando for verdade. O mundo hoje está assim: todo mundo diz que ama alguma coisa sem ao menos saber o que significa a palavra AMOR.

Clarissa Corrêa.

Os Demônios

"Há amizades estranhas: amigos que, vivendo prestes a se devorar reciprocamente, passam a vida juntos, incapazes de separar-se. É-lhe realmente impossível a separação: aquele dentre os dois que por capricho rompesse os laços que os prendem, seria o primeiro a cair doente, o primeiro a morrer."

Dostoievski.
"A felicidade acontece no dia-a-dia.
Felicidade é fruto na beira do abismo.
É preciso colhê-lho e degustá-lo agora.
Amanhã, ou ele já caiu, ou você caiu."

Rubem alves.

8 de março de 2011

O Homem Imperfeito

Quando eu era adolescente, tudo que eu queria na vida era um cidadão com a cara de um dos New Kids on the Block. Nem precisava cantar Step by Step. E, aquilo, pra mim, bastava. Bastava ter uma carinha bonitinha, um olhar de anjo e pronto. Tinha ali o meu homem perfeito. O cara pra casar. Depois de um tempo, uma carinha bonitinha apenas não era mais suficiente. O cidadão precisava freqüentar uma faculdade e ter um objetivo na vida, pelo menos. Mas vai chegando uma idade em que os quesitos são tantos que fica cada vez mais difícil encontrar o homem perfeito. 

O candidato precisa ter: uma carinha bonitinha, um corpinho de passeio, ser um “rapaz de família”, como diria minha mãe, ser um “moço trabalhador”, como diria meu avô. Não pode ser mulherengo, nem, um dia, ter sido galinha (sim, isso está na genética e, portanto, esse gene maldito vai acompanhá-lo por toda vida, ainda que pareça estar adormecido, melhor não arriscar). Homens pegadores dão náusea em mulheres maduras. E a lista de quesitos aumenta em progressão geométrica. O homem perfeito de quando eu tinha 18 anos passou a ser um traste quando fiz 28.

Mas a saga de encontrar o homem perfeito não acabou com meus vinte e poucos anos como acontece com toda cidadã criada no interior. Não me casei com o primeiro traste que apareceu só pra convidar as tias-velhas pro casamento. Só pra dizer pras amigas que consegui casar antes delas. É, pensa que não? Tem muita mulher assim. Acho isso medieval. Da idade da Pedra. Sei lá, não entendo nada de História. Mas acho bem antigo, se quer saber.

Acredito em encontrar a pessoa certa. A tampa da panela. Mas não me convence a idéia do ter-que-casar. Não vou ter filhos. Logo, meu relógio biológico não está fazendo a contagem regressiva “case logo antes que seja tarde demais pra ter um filho”. Não tenho pressa. Tenho objetivo.

Talvez então eu tenha escolhido ficar com você por pura vaidade. Sou tão vaidosa que sempre acreditei que eu seria a única mulher no planeta a encontrar o homem perfeito. E, pra confirmar minha teoria, encontrei você e decidi que não te perco de vista nunca mais. Você vai me dizer que não é perfeito. Concordo. Não é. Mas você é perfeito pra mim. Você é o chinelo velho pro meu pé torto.

Descobri que todos os quesitos foram pro saco quando encontrei você. Você está longe de ser o homem perfeito (a essa altura, já descobri que esse “homem perfeito” não existe, como também não existe o príncipe encantado e, muito menos o tal do cavalo branco). Mas eu também não sou a Cinderela. Já beijei muito sapo, mas sabia que nenhum deles ia virar príncipe depois.

Descobri que o homem perfeito nem sempre se parece com o galã da tv ou da bandinha pop do momento. O homem perfeito pode ter uma barriguinha de chope, um ou outro fio de cabelo branco que insiste em aparecer, alguns problemas gástricos e uma dúvida gigante em relação ao futuro. O homem perfeito não precisa saber tudo, nem ter solução pra todos meus problemas.

O homem perfeito é aquele que passa uma semana me ajudando a encontrar uma calopsita albina fêmea mansa com mais de dois meses de idade. O homem perfeito é aquele que deixa eu cutucar perebas invisíveis no maxilar dele. O homem perfeito é aquele que se preocupa se eu tomei café-da-manhã e almocei direitinho. O homem perfeito é aquele que me empresta sua camisa branca pra eu dormir na casa dele. O homem perfeito é aquele que deixa escova de dente, chinelo e pijamas na minha casa. 
O homem perfeito é aquele que passa uma semana com diarréia e insiste em achar que o problema é na garganta.

O homem perfeito é assim. Imperfeito. Exatamente como você é.

Branda Braz.